SAFE CAN – 4ª Geração de módulos para vidros

A constante evolução dos veículos trouxe um aumento expressivo da complexidade dos sistemas eletrônicos visando maior conforto e segurança dos ocupantes. Com isso os acessórios eletrônicos também tiveram que evoluir.

primeira geração de módulos de vidros existiu por mais de 20 anos operando apenas na parte analógica do veículo e por muito tempo foram estes modelos “sensorizados” os responsáveis pela popularização do fechamento de vidros e tetos solares no Brasil. Apesar da simplicidade do conceito estes módulos exigiam mão de obra extremamente qualificada e demandavam horas de instalação envolvendo corte de fios e algumas vezes até a perda da garantia do veículo.

segunda geração passou a conter conexões originais que facilitavam um pouco mais a reduzindo o tempo de instalação e resolvendo o problema de perda de garantia por eliminar a necessidade de corte de fios.

terceira geração passou por uma grande evolução tecnológica, necessária para atender os requisitos da Resolução 468/13 do contran que exigia a existência da função Antiesmagamento em todos os movimentos de fechamento de vidros (via botão de comando – one touch, retorno do alívio de pressão e fechamento via controle remoto) mas ainda atuando na parte analógica do veículo.

Mantendo o pioneirismo, a FLEXITRON acaba de lançar a quarta geração, trazendo um novo conceito, muito mais moderno e seguro, o da comunicação Digital com a ECU (computador central do veículo). Esta nova forma de fechamento de vidros utiliza a parte analógica original o que garante o funcionamento dentro das normas técnicas vigentes pois aplica apenas os comandos digitais via Rede CAN (Lin) para que o sistema original faça o fechamento dos vidros elétricos.

Veja agora como os módulos SAFE CAN FLEXITRON atuam com protocolo LIN na rede CAN-BUS de alguns modelos de veículos.

          Sistema CAN-BUS

O CAN Bus (Controller Area Network) foi desenvolvido pela empresa alemã Robert BOSCH para permitir maior controle de sistemas automotivos complexos dando-lhes maior confiabilidade, rapidez e redução do uso de condutores (cobre). Com o aumento expressivo dos sistemas eletrônicos embarcados o CAN, de maior custo, passou a ser usado para controle dos dispositivos que exigem controles precisos como tração e suspensão, estabilidade e segurança e para os circuitos relativos a conforto, foi desenvolvido um novo protocolo mais simples chamado LIN.

O protocolo LIN é atualmente utilizado para aplicações tais como:

  • Controle de teto solar veicular, sensores de luzes e chuva e controles de iluminação;
  • Controle veicular de conteúdo de portas como retrovisores, travas elétricas e vidros elétricos;
  • Funções de conforto como Cruise Control, acionamento do limpador de pára-brisas, setas de sinalização, mídias e controle climático; memória de posicionamento, aquecimento e presença dos assentos;
  • Sensores de aproximação;

Conclusão

A linha de produtos SAFE CAN atua apenas junto rede LIN onde as informações críticas e de segurança do veículo não transitam, apenas itens de conforto.

Para maiores informações, consulte nosso suporte técnico.

No Comments

Post a Comment